Como Doar

Como Doar

 

Como Doar – O SECRI, como uma ONG, depende do apoio e da colaboração de pessoas de boa vontade que se disponham a ajudar nas suas ações para a defesa, elevação e manutenção da qualidade de vida do ser humano.

A Central de Solidariedade estará sempre pronta a receber doações, de alimentos, doações, dinheiro e tempo (no caso dos voluntários). Eis, algumas das ações que podem ser desenvolvidas a título de colaboração: Seja um voluntário: Doe um pouco do seu tempo livre para campanhas, comunicação, contatos, pesquisas de oportunidades,) entre outras finalidades importantes para este serviço.

Disponibilize condução para transporte de doações recebidas. SECRI tem que dispensar uma doação por não dispor de transporte. Se você puder disponibilizar um carro maior ou mesmo seu veículo de passeio para esse tipo de transporte, entre em contato com o SECRI para que se possa fazer uma programação de acordo com seu. Doe alimentos e/ou cestas básicas: as entregas podem ser feitas na própria matriz ou, no caso de impossibilidade do transporte, solicite o recolhimento.

 

Da mesma forma, podem ser feitas doações de materiais diversos, roupas e outros.

Projeto Adoção Financeira: Oferta através de depósito bancário por meio de um boleto que será encaminhado ao seu endereço.

Projeto amigos da Saúde: Profissionais da área da saúde (médicos, dentistas, psicólogos, etc.) que se proponham a fazer voluntariamente, atendimentos em seus consultórios, ou em ambulatórios, ou hospitais em que trabalhem, em horários que determinarem, ou ainda se disponham a prestar serviços no Ambulatório Santa Rita, em Itararé.

Projeto SECRI / EDP-Escelsa: Você pode autorizar o desconto de determinada quantia mensal, através de sua conta de energia elétrica, mediante autorização escrita, cujo formulário pode ser encontrado na paróquia, ou impresso e a nós encaminhado, no qual, além de outros dados, deve constar o número do CDI (Código de Inscrição), que se encontra no canto superior direito da fatura mensal de energia.

Desconto de percentual do Imposto de Renda a ser pago (estimado): O contribuinte (pessoa física ou jurídica) destina ao FIA – Fundo para a Infância e a Adolescência, parte do imposto que deverá ser pago quando da declaração do Imposto de Renda.

 

Essa quantia é depositada na conta do FIA, sem ter que ir até Brasília, com todos os trâmites e limitações burocráticos, para então ser destinada às entidades. Isto não é bem uma doação, e sim uma destinação de quantia que você teria que pagar em seu imposto. Essas ações, auxiliam as entidades no processo de inclusão social de crianças e adolescentes que estão em situação de vulnerabilidade e/ou risco social. Ao contribuir para o FIA, você está decidindo que parte do seu Imposto de Renda fique na sua região para o desenvolvimento de programas e serviços dirigida à infância e à adolescência. ( Leis 8069/90; 9250/95 e 9249/95 )